Ferramentas conceituais para um estudo da afetividade no cinema

Emília Valente Galvão

Resumo


Este artigo examina ferramentas teórico-metodológicas empregadas para descrever o envolvimento afetivo do espectador com o filme narrativo de ficção. Central para os estudos em semio-psicanálise, o conceito de identificação vem sendo questionado desde os anos 90 por pesquisadores cognitivistas, que preferem noções como simpatia, empatia e engajamento. As controvérsias em torno destes conceitos são discutidas ao longo do artigo, que visa levantar elementos para uma abordagem do problema dos afetos ou emoções no cinema centrada nas dinâmicas concretas de produção e recepção das obras. 


Referências



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276