OCORRÊNCIA DE ECTOPARASITAS BRANQUIAIS EM TILÁPIAS DO NILO (OREOCHROMIS NILOTICUS), COMERCIALIZADAS NA REGIÃO DE ARAUCÁRIA, PARANÁ

  • Fabiolla Christine Fagundes Gomes
  • Feliphe Boaventura
  • Márcia Kiyoe Shimada
  • Mariana Scheraiber

Resumo

Em peixes de cultivo, alguns fatores como qualidade de água, questões nutricionais,
densidade, manejo e o transporte podem gerar estresse tornando-os mais sensíveis às infecções
parasitárias (Martins et al., 2002). O sistema imunológico dos peixes reage à presença de parasitos
nas brânquias por meio de proliferação celular e aumento da produção de muco o qual prejudica as
trocas gasosas e iônicas entre o animal e o meio (Thatcher e Brites-Neto, 1994; Tavares-Dias et al.,
2000).

Publicado
2018-10-04