Formação de professores no contexto da Educação do Campo: problematizando práticas de pesquisa

  • Maria Antônia de Souza
  • Maria Iolanda Fontana

Resumo

O presente trabalho caracteriza a política para a pesquisa instituída pela CAPES/INEP na proposta “Observatório da
Educação” que viabiliza processos de investigação e intervenção pedagógica na área da alfabetização e letramento em
cinco escolas do campo com baixo IDEB, na região metropolitana de Curitiba. Destaca a relevância desta proposta
para o processo de formação inicial e continuada de professores, pela e para a pesquisa em educação, efetivando o
princípio universitário da articulação entre ensino, pesquisa e extensão. O baixo IDEB das escolas do campo revela
a necessidade e a urgência da realização de projetos de pesquisa que contribuam para superação desta defasagem. O
trabalho ora proposto traz como temas e problemas em análise: a relação teoria-prática e a abordagem da pesquisa no
processo de formação inicial e continuada de professores e pedagogos da escola do campo; as condições de trabalho
na escola do campo; as condições de espaço, tempo e de recursos para que professores e pedagogos realizem pesquisa
sobre as questões de alfabetização e letramento e de sua prática pedagógica. Em síntese, interroga-se a realidade
das escolas do campo e as possibilidades de formação continuada existente no contexto de programas como o do
Observatório da Educação. Defende-se que a ação competente e coletiva de professores e pedagogos, no espaço
escolar, mediada pela atividade de pesquisa pode contribuir para a elaboração de currículos e práticas pedagógicas
mais democráticas, que assegurem aos estudantes do campo uma formação crítica e emancipatória.

Publicado
2018-06-14