A justiça restaurativa no espaço escolar

  • Ana Cristina Fabianovicz

Resumo

O objetivo deste artigo é tratar a Justiça Restaurativa como uma alternativa a resolução de conflitos no espaço
escolar. Contempla a discussão sobre o conceito de inclusão em contraposição a exclusão social nos grupos
homogêneos, a partir de elementos que são considerados como característicos reveladores de parâmetros
capazes de identificar a condição social do indivíduo. Verifica o conceito de Justiça Restaurativa a partir dos
estudos de Zehr e Van Ness e apresenta o papel social da escola sob uma perspectiva de neutralização das
forças retributivas e punitivas, privilegiando outras formas de composição dos conflitos, como a educação entre
pares e estabelecendo compromissos que transcendem o espaço formal da mediação, para tornarem-se práticas
cotidianas no ambiente escolar. A implantação de uma política pública que atenda a conflitos em ambiente
escolar é estratégia para ampliar o alcance do conhecimento das origens dos problemas, como das alternativas
para solucioná-los.

Publicado
2018-06-14