O histórico de institucionalização de crianças e adolescentes

  • Maria Sara de Lima Dias
  • Rosana Soldi Briski da Silva

Resumo

O artigo aborda a história da institucionalização assim como o tratamento dispensado a infância abrigada. A
partir de uma perspectiva da Psicologia Social Comunitária pretende discutir os diferentes períodos e concepções
de infância que são construídas em cada período histórico e a prática da transferência de responsabilidade do
Estado para a sociedade na terceirização dos serviços. Debate sobre a infância como uma categoria social, o seu
aspecto legal, a questão do poder dentro das instituições de proteção bem como as ações e projetos voltados
para crianças institucionalizadas. Por fim apresenta a necessidade da presença do psicólogo na mediação da
transição entre o abrigo e a maioridade bem como aponta a necessidade de fomentar politicas publicas que
atendam a esta relação.

Publicado
2018-06-14