O corpo e as midi(ações) tecnológicas na emergência de novas subjetividades para a dança em ambientes digitais

  • Cristiane Wosniak

Resumo

Como forma de uma reflexão centrada sobre as lógicas relacionais entre o corpo, a dança e as avançadas
tecnologias da comunicação, este artigo propõe o tensionamento entre as concepções de corpo real e virtual
e(m) suas extensões tecnológicas e biomaquínicas, no ambiente digital. Abordam-se as mudanças de percepção
e subjetividades do corpo pós-humano-moderno, imbricado em formas próprias de (midi)ações. A investigação
está ancorada nas teorias de Lev Manovich, Derick de Kerckhove, Pierre Lévy, Gilles Deleuze e Félix Guattari,
entre outros, que afirmam ser o virtual uma função da imaginação criadora, frutos de agenciamentos os mais
variados entre a arte e a tecnologia, capazes de criar novas condições de modelagem do sujeito-corpo e do
objeto-dança.

Publicado
2018-06-14