A escola como um cenário de interação social e local de empreendimentos éticos

  • Clovis Brito

Resumo

O presente texto, que foi realizado por meio de um resgate teórico, tem como objetivo apresentar uma
reflexão sobre a escola como um cenário de interação social e um local propício para o desenvolvimento de
empreendimentos éticos, no qual os discentes sejam estimulados a pensar e analisar, diante das diversas situações
que ocorrem no interior da escola, de maneira contextualizada e reflexiva, e não somente utilizando os valores
morais como única possibilidade de resposta. No transcorrer do texto, desenvolvemos a ideia de que apenas a
utilização dos valores morais, sem contextualização, não é suficiente para preparar os alunos para perceberem
e acompanharem as grandes transformações desse período que estamos vivendo, que exige agentes sociais que
naveguem pelas diferenças e percebam, dentro das várias possibilidades de respostas, aquela que melhor se
adapte para uma determinada situação. Concluímos o texto afirmando que cabe aos docentes repensarem sua
maneira de atuar naquele espaço – a escola – e, por meio dos empreendimentos éticos, valorizarem uma nova
perspectiva para pensar as coisas daquele ambiente educacional. Uma perspectiva que propicie, além de condições
reflexivas para os discentes serem capazes de viver em um mundo onde as regras morais são necessárias, mas não
suficientes, também condições para eles, ao defrontarem-se com situações de conflito, não apenas responderem
agindo, mas agirem depois de refletir sobre as diversas possibilidades existentes para aquele momento.

Publicado
2018-06-14