Cultura escolar: saberes, práticas e processos comunicacionais no cotidiano escolar

  • Iêda Viana
  • Iolanda Bueno de Camargo Cortelazzo

Resumo

A cultura escolar como objeto de pesquisa começou a interessar aos investigadores por volta de 1980, mas os projetos de investigação, nesta área, só se consolidaram a partir dos anos de 1990, apresentando abordagens variadas e interlocução de diferentes disciplinas científicas, notadamente a História da Educação, a Antropologia, a Sociologia, a Gestão Educacional. O diálogo das ciências humanas e sociais tem trazido contribuições profícuas para a compreensão das diferentes dimensões da cultura escolar. Este artigo teve como objetivo situar o contexto teórico-metodológico em que surge a noção, especialmente na perspectiva da Historiografia da Educação e elencar algumas possibilidades investigativas neste campo com um olhar voltado para os saberes, as práticas escolares, e os processos comunicacionais. Metodologicamente, procurou-se realizar uma revisão da literatura, com ênfase nos textos originais que deram início à discussão sobre a cultura escolar no país e localmente, destacando a produção do Curso de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná. A renovação neste campo de investigação contribuiu para uma melhor qualidade da pesquisa, principalmente com o exercício da atividade empírica, proporcionado pelo interesse renovado em arquivos e fontes; pela curiosidade por novos objetos e novas abordagens; pela capacidade de interlocução com outras ciências e pela problematização dos objetos e documentos.

Publicado
2018-06-19