Gênero, religiosidade e relações de poder: um estudo das práticas femininas no Brasil Colonial

  • Geraldo Magela Pieroni
  • Vera Irene Jurkevics
  • Wima de Lara Bueno

Resumo

A presente pesquisa tem por objetivo conhecer a multiplicidade das práticas religiosas femininas no Brasil colonial, destacando as que se relacionavam com a instituição oficial e as que eram inventadas pelas mulheres comuns para atender às aspirações pessoais. Visa, igualmente, refletir sobre o papel da religião na organização da vida social e de que maneira as relações com o sagrado representavam, para as mulheres, formas de expressar sentimentos e manifestar religiosidades. Os resultados obtidos revelam que também no universo religioso, as mulheres eram controladas pelo público masculino, dependiam da aprovação do clero para a legitimação de suas práticas, para aprovação de regras e fundação de espaços destinados à espiritualidade.

Publicado
2018-06-19