Propriedades tecnológicas da madeira relacionadas com a preservação e restauração do patrimônio histórico

  • Rodrigo Giovanella

Resumo

Desde os primórdios da humanidade, a madeira vem sendo utilizada na forma de vários insumos, sendo inclusive uma ferramenta importante no desenvolvimento desta civilização e consequente construção de sua história. Entretanto, desde o princípio de sua utilização foi percebido que a madeira sofre deteriorações, oriundas de várias fontes, que impossibilitam a continuidade de seu uso em serviço. Tais fontes de deterioração são, a princípio, de duas naturezas distintas, sendo elas físico-química (abióticas) e biológica (biótica). Deste modo, a presente pesquisa teve como objetivo relacionar os principais agentes causadores da deterioração de obras de arte e patrimônio em madeira com os seus possíveis danos devido à exposição da madeira a estes agentes. Foram descritos, por tanto, os principais agentes deterioradores para a madeira e foi feita uma lista de recomendações (como exemplo da utilização do conhecimento de suas propriedades) para exposição de obras que apresentem este material.

Publicado
2018-06-19