Confronto e conflito no processo de formação continuada e as práticas alfabetizadoras

  • Daniele Marques Vieira

Resumo

Esta pesquisa tem como foco a prática docente em turmas de alfabetização do primeiro ciclo dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em um município da Região Metropolitana de Curitiba (Paraná), no período de outubro de 2007 a março de 2009. Objetiva compreender o processo de construção da prática docente do alfabetizador frente às necessidades do processo educativo, por meio das ações pedagógicas do programa de formação do município. Contextualiza suas demandas educacionais e a constituição do referido programa na intencional integração da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental para o qual teoriza o desenvolvimento de uma proposta metodológica inspirada na pesquisa-laboratório. Na aplicação dos procedimentos previstos por essa proposta possibilitou às professoras reconhecer os conhecimentos prévios da turma acerca da escrita, assim como rever as práticas que representam métodos fechados de alfabetização em prol de práticas que atendam à diversidade presente nesse processo. Nesse contexto as professoras confrontam suas práticas e experimentam conflitos que podem gerar desconfiança e resistência, ou ainda, o prazer em descobrir novos caminhos.

Publicado
2018-06-19