A tradição messiânica portuguesa e a constituição do Quinto Império

  • Leandro Henrique Magalhães

Resumo

O presente trabalho pretende demonstrar a importância da tradição messiânica portuguesa para a construção do ideal de reino de Deus, elemento fundamental para a constituição de uma identidade lusitana. Esta tradição, em certos momentos, adquiriu caráter político, como no caso das interpretações realizadas por Fernão Lopes, visando à legitimação do Mestre de Avis; de D. João de Castro em relação ao retorno de D. Sebastião; e dos restauradores, quando tratavam da ascensão de D. João IV ao trono português. Procurou-se, também, identificar as influências do messianismo joaquimita e da tradição judaica que, aliadas à história lusitana, são tidas por muitos como sagradas, fortalecendo a concepção de povo escolhido por Deus e de Quinto Império do Mundo

Publicado
2018-06-19