Formação Médica: uma proposta diante das demandas da sociedade. Experiência da Pontifícia Universidade Católica do Paraná-PUCPR

  • Edimara Fait Seegmüller
  • Ronald Gielow
  • Marilda Aparecida Behrens
  • Emilton Lima Junior

Resumo

O artigo contempla uma retrospectiva histórica das escolas de Medicina no país. Destaca as Diretrizes Curriculares
no Brasil, como caminho de sistematização do ensino médico, integrando-o à sociedade e garantindo a qualidade
de formação profissional. Em uma “metodologia para o ensino médico” apresenta os desafios de repensar
as formações, baseadas num modelo flexneriano; reporta uma tendência de superação deste modelo, com
metodologias que buscam novas formas de produção de conhecimentos. Detalha a aprendizagem baseada em
problemas – PBL. Em um “exemplo de currículo médico, baseado em PBL”, exemplifica a experiência vivenciada
no Curso de Medicina da PUCPR, que reflete sobre a formação profissional médica e inicia mudanças na grade
curricular. Como resultado desta experiência, a PUCPR ampliou as atividades ambulatoriais em Unidades
Municipais de Saúde - UMS de Curitiba, para atender os Estágios em Saúde da Família e Comunidade - ESFC,
previsto na grade curricular, do segundo ao nono semestre. Por fim, considera o desafio da busca de uma lógica
diferente na formação médica, que inclua múltiplos olhares e dimensões, inserindo o aluno na comunidade

Publicado
2018-07-05
Seção
Artigos