Resultados do teste de reconhecimento de fala em pacientes idosos pós adaptação da prótese auditiva

  • Angela Ribas
  • Daiane Alberti Galvão
  • Camila Nascimento Franciscato
  • Carla Meller Mottecy

Resumo

Introdução: O termo presbiacusia tem sido usado para descrever a perda de audição associada ao envelhecimento.
Pessoas com presbiacusia experimentam uma diminuição da sensibilidade auditiva e uma redução na inteligibilidade
de fala em níveis supraliminares, o que vem a comprometer seriamente seu processo de comunicação verbal
principalmente em ambientes barulhentos. Objetivo: Avaliar os resultados do teste de reconhecimento de fala
em pacientes idosos após adaptação da prótese auditiva. Método: A amostra foi composta por 17 indivíduos
com idade média de 73 anos. Todos candidatos a uso de prótese auditiva. Aplicou-se: anamnese, audiometria
tonal, teste de fala com ruído em três condições de relação sinal/ruído, antes e depois da protetização. Aplicouse
o Teste de Wilcoxon, ao nível de significância de 0,05, para verificar se houve diferença entre resultados.
Resultados: Observou-se diferença estatisticamente significante nos valores encontrados quando aplicou-se o teste
de de fala na presença do ruído, antes e depois da protetização. Conclusão: o uso da prótese auditiva contribuiu
significativamente para a melhoria da percepção da fala na presença de ruído.