A maternidade e o cárcere: um diálogo entre o Direito e a Psicologia

  • Célia Regina Zem Durigan
  • Gabriela Reyes

Resumo

O presente trabalho teve como proposta expor as leis que garantem a manutenção da relação entre filhos e
mães dentro do cárcere, analisando, por meio da literatura existente, se a teoria e a prática têm sido compatíveis.
Concluiu-se que, apesar da existência de leis específicas, elas nem sempre são cumpridas. Além disso, projetos
visando a psicoeducação, com o objetivo de conscientizar essas mães para práticas educacionais sensíveis com
seus filhos, e outros, voltados a uma profissionalização que capacite as mães e melhore sua autoestima, podem
ser recursos viáveis.