Espaço e materialidades para o ensino do desenho e de trabalhos manuais

O caso do Colégio Estadual do Paraná (Década de 1950)

Resumo

Este artigo aborda a organização do espaço, mobiliários e materiais referentes ao ensino artístico no contexto das disciplinas de Desenho e Trabalhos Manuais, constantes da grade curricular do Colégio Estadual do Paraná (CEP) na década de 1950. Para analisar a relação desses ensinos com as materialidades a eles associadas, utilizamos a perspectiva da Cultura Escolar por meio do diálogo com Viñao Frago, Guy Vincent, Bernard Lahire e Daniel Thin. Como fontes, foram utilizados documentos institucionais, fotografias, planta arquitetônica e artigos de jornal. Em vista das apreciações empreendidas, foi possível perceber imbricações entre materialidade, cultura escolar e ideias pedagógicas no contexto em foco.

Biografia do Autor

Dulce Regina Baggio Osinski, Universidade Federal do Paraná

Formada em Pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, com pós graduação na Academia de Belas Artes de Cracóvia, Polônia, Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Paraná, e pós-doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atua como docente no Programa de Pós-graduação em Educação, Linha de Pesquisa História e Historiografia da Educação da Universidade Federal do Paraná. É líder no CNPq, do Grupo de Pesquisa História Intelectual e Educação (GPHIE).

Jacyara Batista Santini, Universidade Federal do Paraná
Doutoranda em Educação - linha de História e Historiografia da Educação pela Universidade Federal do Paraná (2017-). Mestre em Educação - linha de História e Historiografia da Educação pela Universidade Federal do Paraná (2016). Especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (2010). Graduada em Licenciatura em Artes Visuais pela Faculdade de Artes do Paraná - FAP/UNESPAR (2008). Integrante do Grupo de Pesquisa em História, Intelectuais e Educação (GPHIE) na Universidade Federal do Paraná - UFPR, desde 2013. Integrante do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos e Pesquisas em História da Formação e de Práticas Educativas - NUHFOPE, desde 2014. Membro da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE) desde 2014.
Publicado
2019-07-03