Perspectivas sobre a pesquisa educacional brasileira: um debate

  • Christian Fernando Ribeiro Guimarães Vinci UEMG

Resumo

Esse artigo procura apresentar um panorama do debate que, há décadas, assombra as páginas dos períodos educacionais brasileiros, qual seja: a discussão sobre a qualidade da pesquisa educacional desenvolvida no país. Partindo da análise de uma série de artigos, publicados no intervalo 1971-2016 em revistas classificas no estrato A1 da tabela Qualis, procuraremos apresentar a visão que se construiu sobre a precariedade teórico-metodológica das pesquisas brasileiras em Educação, como também uma nova abordagem, cunhada vulgarmente de “pós-crítica”, que tomou corpo em nosso país e que, a nosso ver, parece deslocar certos elementos dessa discussão. Focando-nos sobretudo nos estudos que se valem do pensamento de Gilles Deleuze, buscaremos sondar a maneira como muitos pesquisadores desenvolverem seu trabalho sob uma outra perspectiva de ciência, mais poética do que racional, buscando contornar o problema da precariedade teórico-medotológica de nossas pesquisas.

Publicado
2020-07-30