O intelectual João Roberto Moreira e sua obra “os sistemas ideais de educação”: um estudo sobre o campo científico educacionalL

  • Leziany Silveira Daniel UFPR

Resumo

O intelectual catarinense João Roberto Moreira (1912-1967) tornou-se figura conhecida no âmbito nacional, quando de sua atuação junto aos principais órgãos da pesquisa educacional no Brasil, como o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (INEP) e o Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE), nas décadas de 1940 e 1950.O presente trabalho tem como foco principal a análise da primeira obra do intelectual João Roberto Moreira, intitulada Os Sistemas Ideais de Educação, de 1945, publicada pela “Biblioteca Pedagógica Brasileira”, na série “Atualidades Pedagógicas”. Nesse livro, Moreira publicaria seus primeiros estudos, construídos no período em que atuou como professor e diretor do Curso Normal do Instituto de Educação de Florianópolis (1937-1943), sobre o campo científico educacional, abordando, principalmente, o papel dos conhecimentos provenientes da Psicologia e da Sociologia Educacionais para a formação de uma “Pedagogia Científica”. Publicada nos meados dos anos 40 do século XX, a obra de Moreira situa-se num ambiente intelectual de intensa preocupação com a constituição científica do campo educacional e que se intensificaria na década de 50 do século XX, com a criação, por exemplo, do Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais. As análises que Moreira realizou no seu primeiro livro, ainda que incipientes e fruto de seus estudos ainda introdutórios sobre o campo científico educacional, foram primordiais para sua projeção nacional, demonstrando um rigor científico que o credenciaria a realizar estudos mais amplos sobre a educação nacional (Daniel, 2003). São utilizadas como fontes, além do próprio livro analisado, cartas, folhetos, notícias jornalísticas, entre outros

Publicado
2021-12-17